segunda-feira, 30 de maio de 2011

O AEROCLUBE DE PERNAMBUCO ESTA DE OLHO EM GRAVATÁ

Atenção Prefeito de Gravatá Ozano Brito e Vereadores de Gravatá vão em busca desta Informação, para ver se o que foi repassado para nossa Reportagem tem veracidade.
  • Os integrantes do Aeroclube de Pernambuco (ACPE) estão preocupados com a retirada da instituição centenária do terreno de 22 hectares que ela hoje ocupa, na Rua Tomé Gibson, no Pina.
A retirada será precisa por causa da execução da 2ª etapa do projeto rodoviário Via Mangue. Além de perderem parte da identidade, os representantes do ACPE alegam que a obra irá desestruturar o ecossistema da área, que está situada nas proximidades de um manguezal.
Atualmente, o ACPE, além das atividades corriqueiras de pouso e decolagem, oferece aulas de piloto privado de avião e helicóptero, piloto comercial, comissário de vôo e ultraleve.
Se tirarem nosso terreno, “vamos acabar de uma vez”, anualmente, 100 pilotos e 220 comissários de vôo são formados no local.

Nenhum comentário: